Canção de Carlos Lamartine

Envie este artigo por email

Canção de Carlos Lamartine   

ANGOLA, 40 ANOS DE LUTA E PAZ

Acendam as velas!
Pelas ruas da cidade!
Ali bem a frente do mar!
Muito bem juntinho a Marginal
Tragam cantos
Tragam rosas
À noite a lua vai aparecer
Para nos iluminar!
A hora é essa, oh minha gente!
Vamos festejar!

Enfeitem as casas
Com bandeiras, com lindas flâmulas,
E outras flores!
Que contam amor a rodos para dar,
Vamos inundar a terra de Paz
E alegria!
Os campos de sorrisos e amores
Pela nossa felicidade!
 
Andemos de mãos dadas!
Erguendo bem alto
Os mais nobres valores, da nossa cultura,
Para as novas gerações!

Lembrando os dias felizes
Dos nossos ancestrais!

Ó Povo popular
Aqui ninguém é de ferro,
Toda gente sabe, o que é querer ganhar!
Vamos todos caminhar
Para juntos festejarmos a Paz!
 
Levantemos bem alto
Nossas vozes libertadas
Para glória dos homens humildes,
Das crianças humildes,
Das mulheres humildes,
Neste mundo de moderno
Bem ao natural

Ninguém vai poder ficar parado!
Vendo o canto do semba a desfilar!
O semba ginga, o semba roda.
Toda a gente vai dançar!
Só você vai ficar fechado?

Venha mostrar nossa alegria!
Em cada canto da cidade,
Aos artistas dos sonhos da vida
Os artesãos da nossa história.
 
Quantos já morreram! Porqué?
Assassinados?  Porqué?

Não choremos mais em desenganos!
Os cânticos de tristezas e de dor.
Cantemos nossas glórias
Nossas vitórias!
 
Recordemos, hoje, de novo!
Nossas vidas
Nossos amores!


29 de Março de 2014
Xikwambi da Costa,
Pseudônimo de José Carlos Lamartine

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos