Admiro sonha gravar com Heavy C

Envie este artigo por email

Vencedor do FESKIZOMBA 2015

Admiro sonha gravar com Heavy C
Vencedor da 18 canção festival Fotografia: Paulino Damião

O Cine Tropical acolheu na noite do dia 19 a gala da final da 8ª edição do FESKIZOMBA (festival nacional de música kizomba). Os 20 finalistas, escolhidos num universo de mais de noventa concorrentes, deram a conhecer as suas propostas musicais e contribuições ao género que tem conquistado a juventude angolana pela sua sedução no canto e sensualidade na dança (com o mesmo nome). Sob o olhar de ilustres figuras da cultura e da sociedade angolana, os 168 votos do Júri foram suficientes para a canção´PresenteDivino´, de Admiro Simão, candidato de Luanda, sair vencedora desta edição que elegeu como homenageado o músico Robertinho e que contou como convidado especial o seu congénere Proletário.´Desculpa meu amor´, de Sandra Fica, candidata do Bengo, foi a segunda classificada com 156 votos, e ´Porquê´, de Osvaldo Santos, também candidato de Luanda, foi terceira classificada. Admiro teve como prémio o patrocínio de um single promocional e, juntamente com os restantes vencedores, poderá também frequentaro curso de Música ministrado pelo Complexo de Escolas de Artes (CEART), afecto ao ministério da Cultura.
Admiro Botelho Simão não é assim tão desconhecido, embora ainda seja um nome a considerar nos salões da fama da música do hoje. É possível visualizar no youtube um vídeo da sua música ´Afrokina´, um afro-house saído em 2012 e que já tem estado a rolar nos canais de televisão. Não é só um cantor de kizomba, gosta de se mostrar versátil, porque também cultiva o semba e o house. Trabalha com a produtora Filas Produções. Sempre que junta alguma coisa das suas letras e ideias, é para lá que corre para gravar.
Esperava participar no Feskizomba de 2014, mas descuidou-se e quando deu por si já tinha passado o tempo das inscrições. Este ano foi um pouco mais atento, e controlou um anúncio publicado no Jornal de Angola, quando já só faltava um dia para o término das inscrições. Não acreditava que fossem ouvir a sua música, mas o destino o surpreendeu quando recebeu a ligação da organização do concurso a informar que era um dos selecionados para a grande final do FESKIZOMBA 2015, com a música “Presente Divino”, que segundo o cantor é uma forma de mostrar o carinho que devemos ter pelas mulheres, este “presente de Deus”.
É o quotidiano que o inspira, não sendo do tipo programático no que toca às composições das suas canções, gosta de seguir o fio da inspiração. Tem sido fortemente influenciado pelos músicos nacionais, sendo um fã assumido de Matias Damásio e Ary e sonha um dia trabalhar com o cantorHeavy C, que também admira o seu trabalho enquanto produtor.
Espera que este ganho venha a facilitar o contacto com estas produtoras e artistas e aliciar empresários e mecenas a apoiarem os seus projectos musicais em carteira. E se um dia fosse lançar um cd, não escapará ao título ´Presente Divino, uma forma de fazer perdurar este tema que lhe traz as possibilidades de conquistar o estrelato.
´PresenteDivino´ é uma kizomba produzida em 2014 no estúdio caseiro do Dj Filas, situado na Mabor, Cazenga. Admiro é do Cazenga mas sempre viveu no Tala Hady.
Vem dos coros religiosos da igreja Metodista. Mas a decisão de fazer carreira musical ganha força em 2011, altura em que procura lançar-se com o afro-house´Afrokina´. Para os seus fãs, pede ajuda para continuar com esta alegria, agora que está a sentir que tudo valeu a pena e que as escolhas e sacrifícios que fez pela música começam a dar os seus frutos.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos