“Mulher Africana”: na Galeria Tamar Golan

Envie este artigo por email

Exposição do artista plástico congolês.

Mulher Africana

“Mulher Africana”, a exposição do artista plástico congolês Mishika Toussaint Olivier ´Mistous´, patente de 11 a 27 deste mês, na Galeria Tamar Golan-Fundação Arte e Cultura, em Luanda, tem, como o título denuncia, a mulher como pano de fundo desta pincelada, num exercício de respeito e estima à mulher africana dentro da sociedade: a mulher que não tem vergonha de amamentar o seu filho, as zungueiras que trabalham carregando os filhos nas costas.
Nestas obras apresentadas por Mistous, refere o artista plástico Kabudi Ely, se destaca a sua tendência impressionista, fundamentada com a visão pessoal do artista de que “para saber o futuro, devemos olhar para o passado, que, por sua vez, nos ensinará como devemos andar no presente”.
Kabudi alerta aos visitantes desta exposição que abordar “Mulher Africana” de forma leve ou mesmo analisar na perspectiva hermenêutica a pintura apresentada, passa pela resolução do problema da compreensão dos contextos sociais onde ele nasceu, cresceu e desenvolveu as suas actividades, desafiando-nos agora a ponderar a mulher como a heroína dos tempos mais recentes.
Mishika Toussaint Olivier ´Mistous´ nasceu a 29 de Novembro de 1977. Filho de Misky Gerard Amoorght e Mbuyi Dois. Frequentou o Instituto Médio de Belas Artes de Kinshasa, e transitou para o ensino superior na mesma área, na qual se formou como Artista Plástico. Pai de dois filhos, actualmente reside em Angola (Luanda). Membro da União Nacional dos Artistas Plásticas (UNAP) desde 2012, realizou exposições na RDC e em Angola.

Zinha começa
com “Luz e Vida”

“Luz e Vida” é o título da primeira exposição individual da artista plástica Zinha, exposta ao público de 30 de Julho a 4 de Agosto no Salão Internacional da União dos Artistas Plásticos. Patrício Batsikama, crítico de arte, diz em favor da artista que os seus quadros reportam a sociedade em Humana: aquela dividida em amor, carinho e mulher; e Natural, que exprime uma beleza que nutre no ser humano uma catarse pela sua grandeza.  

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos