NÁSTIO MOSQUITO NA ArtReview

Envie este artigo por email

O Nástio Mosquito mereceu destaque (3 capas).

Nástio Mosquito

O artista angolano Nástio Mosquito mereceu um triplo destaque (3 capas) na edição impressa de Setembro da ArtReview, uma das principais revistas internacionais, fundada em 1949, dedicada à expansão da arte contemporânea, livros de artistas, suplementos especiais, disponíveis exclusivamente para leitores da revista, que privilegia uma comunicação direta, sem mediação e
censura entre os artistas e o seu público.
O artigo elaborado por Matthew McLean intitula-se: Joker Politician Preacher – Nástio Mosquito.
Em 13 páginas o escritor e editor residente em Londres foca-se na diversidade e percurso artístico de Nástio e faz uma crítica de forma personalizada sobre os seus trabalhos (a solo e em colaboração), com diferentes formatos e dispositivos. Entre os quais destacam-se:
• Exposição na Fundação Prada, em Milão. Template Temples of Tenacity, 2016 (instalações, projecções de vídeos e performance); Nesta exposição o artista mostrou o tema “I Make Love To You. You Make Love To Me. Let Love Have Sex With The Both Of Us (Part 1 – The Gregorian Gospel Vomit)”, de sua autoria e com participação do músico Dijf Sanders, do artista Chilala Moco e do coro The Golden Guys, com direcção de Paola Milzani;
• Exposição Projects 104 (vídeo e música), Roy and Niuta Titus Theaters - Primeira mostra individual nos Estados Unidos, Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA);
• Gatuno e Eimigrante & Pai de Família, 2016 - O disco faz parte de uma trilogia iniciada com “Se Eu Fosse Angolano – S.E.F.A.”, de 2014, e que se pretende finalizar com um álbum que talvez se chame “Funcionalidade Espiritual” ou “Espiritualidade Funcional”;
• Nástio Mosquito in collaboration with Vic Pereiró, Fuck Africa (Remix), 2015, video (3:09);
• Nastivicious, Nástio Answers Ryan (still), 2014, video (19:22);
• 3 Continents (still), 2010, video (7:45);
• Nastivicious, Acts (detail), 2012, video (12:17); “Vídeos de Nástio são difíceis de avaliar: pouca técnica visual e edição especializada”, escreve Mclean. O escritor descreve Nástio Mosquito como um idealista, um filósofo, recordando os
existencialistas como o bispo Berkeley e Arthur Schopenhauer.
Nástio Mosquito participou recentemente na Semana de Arte de Copenhaga (24 a 31 de Agosto), e realizará a performance “Respectable Thief [vídeo e música]” no dia 15 de Setembro de 2017, no jardim da Fundação Cartier, Paris.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos