Vicky Muzadi na vanguarda da moda com desenhos lundas

Envie este artigo por email

A roupa de vestir constrói-se como uma casa.

Vicky Muzadi na vanguarda da moda com desenhos lundas

Há um arquiteto, o estilista, que concebe a ideia num design original. Aproxima-se deste desenho a modista, ou seja, o construtor que desenha o corte e determina o tipo de materiais (tecidos) adequados. E depois vem o costureiro fazer o corte e o molde. Por fim, procede-se aos retoques finais (petite-main) e acabamentos.

Vicky Muzadi junta às casas que constrói para o público vestir, materiais da terra, como a rá ia. O estilo que a define é um misto de design moderno, muito original, estruturado, assimétrico, pautado pela simplicidade do desenho lunda-tchokwe.

Vicky Catarina Muzadi realizou o seu primeiro desfile em 1992. Nascida a 26 de Março de 1970, formou-se em Atenas, Grécia, na escola ESMOD VELOUDAKIS (1988). Tendo vivido 24 anos no Gabão, ficou ciente das dificuldades em tender os estilistas e designers.

Por isso criou em 1998, a Associação dos Criadores da África Central para além de atividades na área que domina patrocinadas pelo Ministério da Cultura do Gabão e designers de renome africanos, Cole Sow Ardo do Senegal, Alphadi do Niger, André Jeman, dos Camarões e outros.

No seio da Associação, inicia o primeiro desfile (salão) de moda da África Central, cujo objetivo foi o de promover e divulgar os trajes tradicionais, incentivar o intercâmbio entre artistas da região.

Foi sucessivamente convidada para importantes eventos em alguns países como República Centro-africana, Camarões e Angola, seu país.

Tendo-se instalando em Luanda, desde o final de 2005, participou no Moda Luanda e no Angola Fashion Week 2011 e, em Junho deste ano, no LABO ETHNIK de Paris.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos