• PAULINO DAMIÃO (50)

    Paulino Damião (mais conhecido por Cinquenta), nasceu em Nambuangongo, província do Bengo.


    Com 36 anos de carreira, todos feitos ao serviço do Jornal de Angola foi galardoado, em 2010, com o Prémio Nacional de Jornalismo, categoria de fotojornalismo. "Aos 14 anos oi capturado pela tropa colonial e, dada a idade, "ficava entre os militares que ele chama de artistas ­ músicos, pintores, redatores, fotógrafos. Ironicamente, foi no campo de guerra que descobriu sua paixão. Nunca mais parou de fotografar. Em 80 foi enviado a Moscovo para cobrir a olimpíada. Era o único fotógrafo negro credenciado para os jogos olímpicos. Conhece quase toda a África subsaariana. O cognome "50" ganhou no começo da carreira. Cobria jogos de futebol apenas com uma lente de 50 mm, pois era a única que possuía, quando os outros fotógrafos, já nesta época, usavam longas teleobjetivas. "O fotógrafo da 50", assim se referiam a ele aqueles que não sabiam seu nome. Assim ficou." (extratos do artigo postado por Greg, no sítio internet `Casa de Luanda').

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos