465º aniversário de Miguel de Cervantes

Envie este artigo por email

Miguel de Cervantes Saavedra (29 de setembro de 1547 - 23 de abril de 1616), foi um célebre poeta espanhol, autor do igualmente célebre romance satírico "El Ingenioso Don Quijote de la Mancha", o segundo livro mais lido pela humanidade depois da Bíblia.

Miguel de Cervantes nasceu na cidade espanhola de Alcalá de Henares. A sua obra-prima, Dom Quixote de La Mancha, muitas vezes considerado o primeiro romance moderno, é um clássico da literatura ocidental e é regularmente considerado um dos melhores romances já escritos.

Seu trabalho é considerado entre os mais importantes em toda a literatura. A sua influência sobre a língua castelhana tem sido tão grande que o castelhano é frequentemente chamado de La lengua de Cervantes (A língua de Cervantes).

Cervantes não foi tão diferente de seu alter ego ficcional, Pierre Menard. Afinal, como o personagem inventado por Borges, o escritor espanhol também deixou duas obras: uma visível e outra invisível.

A visível é composta por cinco primorosos textos de ficção: La Galatea (1585), El ingenhoso hidalgo don Quijote de la Mancha (1605), as Novelas Ejemplares (1613), a segunda parte de El ingenioso hidalgo don Quijote de la Mancha (1615) e Los trabajos de Persiles y Segismunda (1617).

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos