David Makoumbou deixa cultura congolesa de luto

Envie este artigo por email

Morreu quinta-feira, 12 de Junho, em Brazzaville, o artista plástico David Makoumbou deixando a cultura congolesa de luto.

David Makoumbou deixa cultura congolesa de luto
David Makoumbou deixa cultura congolesa de luto

Nascido em 1946 em Kinshasa, David Makoumbou começou a sua carreira com a descoberta do pintor Hilarion Ndinga, quando o artista estava ocupado a construir a casa de Ndinga. É nesse momento que David decide orientar a sua vida para as técnicas de expressão pictórica.
Escolha arriscada, tanto mais que ele vivia do seu trabalho como pedreiro, mas que se mostrará relevante. Sevilha, Atlanta, Moscovo, Havana e outros locais de prestígio viram David Makoumbou representar o seu país em exposições internacionais. Do talento patente nos seus quadros foi destacado principalmente o seu toque de realismo situado próximo do estilo cubismo e do expressionismo.
A obra de Makoumbou não morre com o desaparecimento da pessoa que dedicou o seu tempo a criar e recriar. Por isso, os quadros de David Makoumbou permanecerão como impressões indeléveis de uma vida abundante e colorida.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos