Literaturas dos PALOP: o tesouro da herança literária e a nova vaga de escritores

Envie este artigo por email

Como é sobejamente sabido, as literaturas africanas de língua portuguesa estabelecem um diálogo intertextual, ainda que ténue, que urge reforçar, "mutatis  mutandis", através do intercâmbio entre os diversos dos seus autores, mais velhos e novos; diálogo adulto que carece de ser promovido no plano institucional.

Literaturas dos PALOP: o tesouro da herança literária e a nova vaga de escritores
O primeiro dos quais na literatura angolana foi António Jacinto, segundo poema publicado no jornal Angolê-Artes e Letras, nos meados dos anos 80, acompanhado de uma nota crítica de Alfredo Margarido.

O projeto estético Ohandanji também enveredou pelo experimentalismo, destacando-se nesta tertúlia Lopito Feijó, António Panguila, Joca paixão e o falecido Gonguinha, além de Kandjimbo, o autor do manifesto.

Nos últimos tempos, muitos são os poetas que enveredaram pelos caminhos tortuosos da prosa, como é o casop de Jonh Bella, abalançando-se no romance histórico, a ser traduzido brevemente para o inglês na África do Sul, conforme nota que nos enviou via email.

Falando de prosadores temos ainda em Angola, Jacinto de Lemos e Roderick Nehone, Carmo Neto e a romancista Rosária da Silava, da qual demos conta na última edição do falecido Vida Cultural.

Em se tratando de poetas surgidos nos anos 80, temos João Maimona, José Luís Mendonça e Rui Augusto. Outros poetas publicam nos anos 90, tais como António Panguila, António Gonçalves, Flas Ndombe e o já falecido Curry Duval, só para citar estes.

Em Moçambique, a nova geração surge basicamente através da Charrua, mas também da Gazeta Artes e Letras, da revista Tempo. Pedro Chissano, Mia Couto, Ungulani Baka Cossa, Paulina Chiziane e Cassamo - este último cuja linguagem coloquial da periferia de Maputo, nomeadamente Marracuene, dá vida ao morto - se destacam na prosa.

Os poetas são Armando Artur, Nelson Saúte, Calane da Silva, Gulamo Khan, José Pastor, entre outros plumitivos não menos talentosos.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos