António Fonseca eleito Secretário-Geral da AAL

Envie este artigo por email

Eleito Secretário-geral da Academia Angolana de Letras.

António Fonseca eleito Secretário-Geral da AAL
António Fonseca Fotografia: Jornal Cultura

O escritor António Fonseca foi eleito Secretário-geral da Academia Angolana de Letras (AAL), pela Assembleia Geral daquela associação cultural, reunida pela primeira vez, em Luanda, aos dia 12 de Janeiro de 2017.
A Assembleia dos académicos decorreu na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA) presidida pelo seu Presidente, Artur Pestana (Pepetela), e ladeado pelo PCA da AAL, Boaventura Cardoso, bem como José Luís Mendonça, Secretário da Mesa da Assembleia Geral.
A eleição do Secretário-geral da AAL constava da agenda de trabalhos da Assembleia, que discutiu a aprovou ainda o Programa de Acção e o Orçamento para 2017. Durante o acto, foi também designado como Porta-Voz da AAL, o académico Luís Kandjimbo.
António Fonseca foi eleito por unanimidade, com 15 votos, ficando assim completo o quadro dos Órgãos Sociais da AAL. Este cargo de Secretário-geral ficou até agora vago, porque na altura do pleito de 3 de Setembro de 2016, que elegeu os corpos gerentes da instituição, não se identificou nenhum candidato.
Recorde-se que a missão e a vocação principal da Academia Angolana de Letras consiste na realização profícua de programas e acções de promoção, valorização e divulgação dos estudos sociais avançados sobre a tradição oral, a criação literária, as línguas, as literaturas e as comunidades humanas.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos