`Experimentais Terracotta´António Jacinto

Envie este artigo por email

Prémio de Literatura António Jacinto 2014: `Experimentais Terracotta´ de José Benzora´s

`Experimentais  Terracotta´António Jacinto
José Benzora´s Fotografia: Paulino Damião

Experimentais Terracottavaloriza-se, sobretudo, pela simplicidade com que resgata aspectos da tradição literária forjada pelos poetas da geração da Mensagem e da Cultura, um farol que ilumina os caminhos de um autor apostado em emprestar a sua modesta contribuição à evocação da memória colectiva dos angolanos.
Desenganem-se,pois, todos aqueles que podem pensar que, talvez por isso, estamos perante um obra de pendor memoralista no sentido de que os tempos de ontem foram melhores do que os tempos de hoje e que o futuro a Deus pertence.
Experimentais Terracottaprovocaimagens sonoras e imagens visuais onde se confundem passado e presente, imaginação e realidade, efeitos de sentidosque me parecem bem conseguidos do ponto de vista do rigor estético e genialidade poéticas.
Com efeito, José Benzora’s busca transmitir emoções associadas a cenários reais e ficcionais, usando a simplicidade na descrição das situações e acções, recorrendo, bastas vezes, a termos e motivos vindos das línguas e filosofias nacionais.
Experimentais Terracotta é um livro de muito ritmo e movimento. Muita cor e cheiros, cheiros das frutas de vontade e que provocam água na boca.
A obra de José Benzora’s não se prende ao passando, enquadrando-se naquilo a que se chama novos desafios que se colocam aos escritores dos tempos actuais; desafios que passam pela recriação de novos sentidos e registos no lavrar do verbo, elegendo outros recursos linguísticos e conferindo expressão a outros saberes e sentires, a outros agires e pensares para se chegar a todos os lugares da alma angolana.

Albino Carlos

Luanda, aos 31 de Março de 2015.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos