Mawutokoji ma Dizwi Dya Kimbundu Curiosidades da Língua Kimbundu

Envie este artigo por email

O putu MUSAMBIKE nasceu no Bairro Sambila em Luanda

Mawutokoji ma Dizwi Dya Kimbundu Curiosidades da Língua Kimbundu
Quadro Fotografia: Arquivo

O professor entrou apressado na sala de aula e começou a fazer a chamada.O último aluno tinha o nome de Musambike. O prof. ergueu os olhos e perguntou: quem é o Musambike? –
Sou eu, sr. Prof. – respondeu. – Interessante, retorquiu. Como achou esse nome? – A explicação poderá ser fastidiosa, sr. Prof., mas tentarei encurtar o discurso. – Explique-nos, por favor. – Levantando-se, Musambike começou assim:
Pela sua estrutura, Kusambila (entrar; festejar, regozijar; orar…), é um verbo derivado do verbo KUSAMBA que, nesta ordem de ideias, significaria também (entrar; festejar, regozijar; orar…), ….. Se a conjugação do PMQP de KUSAMBA tiver a seguinte estrutura:1ª.pess. sing (ngasambile – entrara,…/tinha entrado,…). 2ª.pess. sing. (wasambile – entraras,…/ tinhas entrado,…). 3ª. Pess. Sing. (wasambile – entrara,…/ tinha entrado,…). 1ª.pess. pl. (twasambile – entráramos,…/ tinhamos entrado,…). 2ª.pess. pl. (mwasambile/ nwasambile – entráreis,…/ tínheis entrado,…). 3ª. Pess. pl. (asambile – entraram,…/ tinham entrado,…) então, vêse que SAMBIL(E) é a constante do PMQP de KUSAMBA. SAMBILA, seria então IMPERATIVO DE KU+SAMBILA= KUSAMBILA (entrar,….)
O Verbo Entrar, tem uma gama de significados interessantes, donde se realça o Verbo KUSAMBILA. KUSAMBILA, para além de ser o RADICAL do Verbo Entrar, festejar, orar,… em Kimbundu, é também, na análise morfológica de kusambila, um Complemento Circunstancial de Lugar, por significar: No Sambila, ou seja, no SAMBIZANGA. Nessa perspectiva, kusambila = no Bairro Sambizanga= no Sambila, onde ku simboliza, morfológicamente, a contraccção da Preposição em com o artigo definido no género masculino ou singular (o/a).
Se quisermos apenas dizer SAMBILA, estaremos perante duas hipóteses visíveis: a primeira hipótese diz que SAMBILA é a conjugação do verbo KUSAMBILA (entrar,….) no IMPERATIVO IMPESSOAL. Pessoalizando, teremos SAMBILA EYE (entra,… tu);
SAMBILENU (entrai,… vós).
A segunda hipótese é tentar ver SAMBA, Conjugação Imperativa de KUSAMBA (orar; rezar; festejar) acasalar-se com ILA, conjugação do Verbo Dizer no IMPERATIVO IMPESSOAL, onde ILA EYE (diz tu) e ILENU (dizei vós), pessoalizam o SINGULAR e o PLURAL desse mesmo IMPERATIVO.
Desse casamento, resultaria um rebento de nome SAMBILA, que poderia significar, com base no pressuposto do casamento de dois IMPERATIVOS, lindíssimas expressões, tais como: (ORA, DIZ; FESTEJA, DIZ; REZA, DIZ; etc.)
O ADJECTIVO MUSAMBIKE (aquele que entra; o que introduz; aquele que festeja; aquele que se regozija; aquele que é da savana…) A relação entre Kusamba e Kusambila, é de continuidade por via da conjugação do PMQP de Kusamba, de onde, extraindo a CONSTANTE (sambile), esta evolui para SAMBILA, que é IMPERATIVO de KUSAMBILA (entrar). Os verbos em Kimbundu que terminam em ILA, admitem terminar em IKA, o que supõe dizer que KUSAMBILA = KUSAMBIKA, por analogia aos verbos KULANDULA = KULANDUKA (secundar; demorar; …); KUSANDULA = KUSANDUKA (estar afastado; pôr-se distante; distanciar); KUSANDULULA = KUSANDULUKA (estar muitas vezes afastado; pôr-se muitas vezes afastado); KUTANDULA = KUTANDUKA (rasgar, rasgamento, estar rasgado; fazer em pedaços); KUTANDULULA = KUTANDULUKA (rasgar várias vezes, rasgamento continuado, estar muitas vezes rasgado; fazer em pedaços várias vezes); KUSUBULA = KUSUBUKA (restar; sobrar;..); KUSUBUJULA = KUSUBUJUKA (restar várias vezes; sobrar várias vezes;..); KULUMBILA = KULUMBIKA (dignificar); KULUMBIDILA = KULUMBIKILA (redignificar); KUBINGULULA = KUBINGULUKA (mudar de posição, direcção); …..
Nesta ordem de ideias, dee KUSAMBILA = KUSAMBIKA, resulta que os adjectivos daí derivados são, entre outros, os seguintes: de KUSAMBILA, vem: kisambila (aquele que entra); kyasambilwa (aquele que entra); kyosambile (quem penetra); mukwa kusambila (aquele que entra); MUSAMBILE (aquele que entra). De KUSAMBIKA vem: kisambika (aquele que entra); kyasambikwa (aquele que entra); kyosambike (quem penetra; quem entra); mukwa kusambika (aquele que entra); MUSAMBIKE (aquele que entra, aquele que ora; aquele que festeja; aquele que regozija;…. ). AMUSAMBIKA (introduziramno; fizeram-lhe entrar). KUMUSAMBIKE KYENYEKI – não o faças entrar dessa maneira. MUSAMBIKE ENU KYA = MUSAMBIKENU KYA = façamno entrar já. Xanenu MUSAMBIKE mwenyo – chamem quem entra. Para finalizar, caro professor, julgo ter esclarecido a dúvida sobre a proveniência do meu nome MUSAMBIKE.
Perante o que acabava de ser dito, o professor indagou quem tinha algo a dizer sobre o assunto, e caso assim fosse, propunha que o dissesse na próxima aula.

MÁRIO PEREIRA

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos