Não assisto mais nenhum jogo da selecção, Titi

Envie este artigo por email

A nossa selecção masculina de futebol não goza de boa saúde futebolística.

Quantas vezes já ouvimos ou fizemos esse comentário? Se goza ou não, o certo é que a nossa selecção não está bem de treinador e, por isso mesmo, se não empata, perde e vice-versa. José Mourinho, um dos maiores treinadores do mundo, tem um modo todo especial de treinar os jogadores, tornando o conceito de empatar ou perder inteiramente ultrapassado. Afinal, a nossa selecção deixa muito a desejar.
Admito. Digo, admito. Os brasileiros, os quais nós, angolanos, deveríamos seguir, não admitem qualquer técnico, já que somente o técnico pode levar a selecção ao Campeonato Africano das Nações (CAN) 2015.
Não bastou ter perdido apenas uma vez a selecção nacional há meses e envergonhado quem tem vergonha. Voltou a perder, desta vez em Libravil, em confronto com a selecção com a selecção gabonesa. Numa das ruas do nosso bairro, um rapaz não se conformava com as sucessivas derrotas da nossa selecção masculina de futebol. Ingenuamente, então, justifica: "Não assisto mais nenhum jogo da selecção, Titi".
Pode-se assistir qualquer pessoa, mas a verdade é que é um pouco estranho assistir um jogo.
O meu argumento,aliás, encontrase baseado nas sempre sábias e doutas lições do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, para quem: O verbo assistir, com o sentido de «presenciar, ver», é um verbo transitivo indirecto, devendo ser regera preposição a. Esta é a informação que encontramos em qualquer dicionário ou gramática da língua portuguesa, variante europeia ou brasileira. É, assim, correcto dizer «assistir a um filme», mas não «assistir um filme». Assistir, transitivo, sem a preposição a, p. ex.,assistir alguém, quer dizer ajudar, acompanhar, socorrer;
seguido de a (sempre fechado na pronúncia europeia) tem o sentido de «presenciar».
Por isso, no dia que você resolver assistir (ajudar)alguém, lembre-se que existe o Centro de Acolhimento Arnaldo Jansen, que pode estar a precisar da sua ajuda!

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos