Universidades postas à prova: Avaliação da Qualidade e Educação Superior em Angola

Envie este artigo por email

No evento que deu por terminadas as III Jornadas Científico-Pedgógicas da Faculdade de Economia da Universidade KatyavalaBwila, foi realizado, a 29 de Agosto, o lançamento da obra "Avaliação da Qualidade e Educação Superior em Angola" de Autoria de Maria da Conceição Barbosa Mendes PhD, Professora Associada da mesma Faculdade e do Instituto de Ciências de Educação (ISCED) de Benguela.

Universidades postas à prova: Avaliação da Qualidade e Educação Superior em Angola
Orlando da Mata

A sala de Conferências daquela instituição esteve abarrotada, tendo quem teve que ficar em pé. Estavam presentes, só para mencionar, personalidades como o Dr. Dumilde Rangel - homenageado no evento, pelo "litro" derramado em prol do ensino universitário local - , o Sr. Mário Cajibanga - Director Provincial da Cultura e representante, na altura, da KAT - Editora, pela qual saiu o livro. Para a apresentação da obra esteve presente o Sr. Eugénio Alves da Silva PhD, por sinal seu prefaciador.
Com quase 600 páginas, a obra é resultado da tese de doutoramento da autora em Ciências da Educação, na Universidade do Minho, uma das mais exigentes de Portugal e pioneira na área. Embora tamanho não seja documento, o Dr. Eugénio ressalta ser uma obra que exprime um trabalho sério, profundo e bem fundamentado.Abordando sobre uma área relativamente nova no País, a autora vem preencher um vazio há muito sentido no panorama académico nacional, pois, "até porque é a primeira vez que surge um trabalho sobre esta temática com o rigor e a profundidade que estão aqui patentes" - refere o prefaciador. O livro aborda sobre a Avaliação nas Instituições do Ensino Superior Angolanas, por via de teorias organizacionais descortinando os contornos e descrevendo as lógicas e significados da própria avaliação, tendo em conta a devida contextualização na prática dos actores universitários em Angola.
Para estudo de caso, a autora escolheu a Universidade Agostinho Neto (UAN), a primogénita das universidades nacionais, que a perscrutou minuciosamente durante mais de 6 anos, sob as lentes da Avaliação Institucional. Deste modo pode-se encontrar nesta obra, bem documentada, a história da UAN e, consequentemente, a trajectória, sob vários olhares, do próprio ensino superior em Angola. Mas o que ressalta daí, do "referencial empírico correctamente estabelecido", é o suporte que dá ao novo conhecimento produzido pela autora. Como atesta ainda o Dr. Eugénio, "a partir do contexto social e universitário angolanos desenvolveu não apenas uma conceptualização sobre a avaliação institucional como ainda produziu uma análise sobre como esta percepcionada pelos gestores e actores universitários, trazendo algumas representações práticas que a identificam."
A Dr.ª Maria Mendes afirma-se, portanto, como líder intelectual na matéria, trazendo a público esta obra que certamente ingressa ao cânone angolano na área de Administração Escolar.
São diversas as linhas inovadoras de pensamento pelas quais a autora, discorre ao longo do livro, de destacar a desmistificação dos tabus sobre a avaliação enraizados na cultura organizacional em nossas instituições de ensino. É leitura obrigatória para os agentes afectos, directa ou indirectamente ao dia-a-dia do Ensino Superior, tais como pesquisadores, decisores, gestores, docentes, estudantes e outros interessados.
A autora é docente universitária desde 1993. Licenciada em Ciências da Educação, opção Pedagogia, pela Universidade Agostinho Neto. Mestre em Teoria e Desenvolvimento Curricular. Doutorada em Ciências da Educação e Administração Escolar pela Universidade do Minho. É investigadora e membro de várias Sociedades Científicas Internacionais. De mencionar que o presente artigo não resume a riqueza e densidade da obra em questão, estando o leitor deste periódico convidado a ter contacto com a mesma.

Comentários

Newsletter


Colabore com o Jornal Cultura - Envie-nos os artigos da sua autoria.

Colaboradores Ver todos